Melhoramento Genético para Obtenção da Cultivar Marilândia ES 8143, Variedade Clonal de Café Conilon Tolerante a Seca

Romário Gava Ferrão, Paulo Sérgio Volpi, Maria Amélia Gava Ferrão, Abraão Carlos Verdin Filho, Aymbiré Francisco Almeida da Fonseca, Liliâm Maria Ventorim Ferrão, Luís Felipe Ventorim Ferrão

Resumo


A cafeicultura de conilon é a principal atividade agrícola na geração de emprego e renda do Espírito Santo. É responsável por 30% do Produto Interno Bruto (PIB) Agrícola do Estado, por 72% da produção de café Conilon/Robusta do Brasil e 16% do mundo. A seca é o principal problema que interfere na produtividade, qualidade e sustentabilidade dessa cafeicultura. Como registro, a seca de 2014 a 2016 provocou redução de 50% da produção do Estado. O objetivo deste trabalho é apresentar e caracterizar a Cultivar Marilândia ES 8143, nova variedade clonal de café Conilon, tolerante a seca para o Estado do Espírito Santo. Para realização do trabalho, foi aproveitada a variabilidade genética expressada, em condições de três anos de seca, de 1000 clones de Conilon, do programa de pesquisa em melhoramento genético do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). Os experimentos e as observações de campo foram realizados nas Fazendas Experimentais do Incaper de Marilândia, Sooretama e Bananal do Norte, ambientes representativos do Conilon no Estado. Com base nos resultados dos experimentos e observações de campo, para diferentes características, selecionaram-se e agruparam-se os materiais genéticos superiores. A Cultivar Marilândia ES 8143 é uma cultivar clonal formada por doze clones que, dentre as características superiores, destaca-se a tolerância à seca, produtividade (80,98 sc.benf./ha em condições normais de precipitação e 63,32 sc.benef./ha em condições de seca), estabilidade de produção, resistência a doença ferrugem, vigor vegetativo, bom rendimento de beneficiamento de grãos e qualidade superior de bebida. A nova cultivar vai ao encontro das necessidades de 78 mil famílias, localizadas em regiões com restrição hídrica, e que cultivam o café Conilon no Estado do Espírito Santo.

Palavras chave: Variedade; Café Conilon; Seca; Mudanças climáticas; Espírito Santo.

 

Genetic Improvement for Obtaining the Cultivar Marilandia ES 8143, Clonal Variety of Coffee Conilon Tolerant a Dry

Abstract


Conilon coffee is the main agricultural activity in the generation of jobs and income of Espirito Santo. It is responsible for 30% of the State Gross Domestic Product (PIB) Agricultural, for 72% of Conilon/Robusta coffee production in Brazil and 16% of coffee production in the world. Drought is the main problem that interferes with coffee productivity, quality and sustainability. As a record, the drought from 2014 to 2016 caused a 50% reduction of state production. The objective of this work is to present and characterize the cultivar Marilândia ES 8143, a new clonal variety of Conilon coffee tolerant to drought for the State of Espirito Santo. In order to carry out the work, the genetic variability expressed in conditions of three years of drought, of 1000 Conilon clones, of the genetic improvement program of the Capixaba Institute for Research, Technical Assistance and Rural Extension (Incaper) was used. Experiments and field observations were carried out at the Experimental Farms of the Incaper of Marilandia, Sooretama and Bananal do Norte, representative environments of Conilon in the State. Based on the results of the experiments and field observations, for different characteristics, the superior genetic material was selected and grouped. The cultivar Marilândia ES 8143 is a clonal cultivar made up of twelve clones, which among the superior characteristics stands out the tolerant to drought, productivity (80.98 sc.benf./ha under normal precipitation conditions, and 63.32 sc.benef./ha under dry conditions), stability of production, resistance to rust disease, vegetative vigor, good yield of grains and quality top of drink. The new cultivar meets the needs of 78 thousand families, located in regions with water restriction and growing coffee Conilon in the State of Espirito Santo.


Key Words; Variety; Coffee Conilon; Drought; Climate changes; Espirito Santo.


Texto completo:

PDF

Referências


AGERH. Agência Estadual de Recursos Hídricos. Resolução Agerh 006/2015. Diário Oficial do Estado de Espírito Santo, 06 de outubro de 2015, p. 27-28, 2015.

BASSETT, C.L. Water use and drought response in cultivated and wild apples. In: VAHDATI, K.; LESLIE, C. (Eds.). Abiotic Stress-Plant Responses and Applications in Agriculture, p. 249-275, 2013.

BRASIL. Lei nº 9.433, de 8 de janeiro de 1997. Institui a Política Nacional de Recursos Hídricos, cria o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos. Diário Oficial da União, 09 de janeiro de 1997.

CHARRIER, A.; BERTHAUD, J. Principles and methods in Coffee plant breeding: Coffea canephora Pierre. In: CARKE, R. J.; MAVRAE, R. (Eds.). Coffee agronomy. Londron: Elsevier Applied Science, v. 8, p. 167-197. 1988.

CONAB: COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO. Acompanhamento da safra brasileira de Cafés do Brasil. Safra de 2014: MAPA –SPC-CONAB, dez. 2014.

___________ COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO. Acompanhamento da safra brasileira de Cafés do Brasil. Safra de 2015: MAPA –SPC-CONAB, dez. 2017.

___________COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO. Acompanhamento da safra brasileira de Cafés do Brasil. Segunda Estimativa da Safra de 2018: MAPA –SPC-CONAB, dez. 2018.

DADALTO, G. G.; BARBOSA, C. A. Zoneamento agroecológico para a cultura do café no Estado do Espírito Santo. Vitória, ES: SEAG, 1997. 28 p.

DAVIS, A.; TOSA, J.; RUCH, N.; FAY, N. F. Growing coffee: Psilanthus (Rubiaceae) subsumed on the basis of molecular and morphological data, implications of size, morphology, distribution and evolutionary history of Coffee. Botanical Journal of Rehinneaon Society, London, v. 167, p. 1-21. 2011.

FAO. Food and Agriculture Organization of the United Nations. Global perspective studies unit 2007: State of food and agriculture. Roma: FAO. 2007.

FAO . Food and Agriculture Organization of the United Nations, 2010. Disponível em: . Acesso em: 05 jul. 2018.

FEITOSA, L. R. Carta agroclimática do Estado do Espírito Santo. Vitória, ES: Emcapa, 1986. 1 mapa color. Escala 1:400.000.

FERRÃO, R. G.; FONSECA, A. F. A. da.; SILVEIRA, J. S. M.; FERRÃO, M. A. G.; BRAGANÇA, S. M. Emcapa 8141 – Robustão Capixaba, variedade clonal de café conilon tolerante à seca, desenvolvida para o Estado do Espírito Santo. Revista Ceres, Viçosa, MG: 47, n. 273, p. 555-560, 2000c.

FERRÃO, R. G.; FONSECA, A. F. A. da.; FERRÃO, R. G.; VERDIN FILHO, A. C.; VOLPI, P. S.; DE MUNER, L. H. de.; LANI, J. A.; PREZOTTI, L. C.; VENTURA, A. J.; MARTINS, D. dos S.; MAURI, A. L.; MARQUES, E. M. G.; ZUCATELI, F. Café conilon: técnicas de produção com variedades melhoradas. 4. ed. – revisada e ampliada. Vitória, ES: Incaper, 2012. 74 p. (Incaper: circular técnica, 03-I).

FERRÃO, R. G.; FERRÃO, M. A. G.; FONSECA, A. F. A. da.; LANI, J. A.; VOLPI, P. S.; VERDIN FILHO, A. C.; LANI, J. A. FERRÃO, L. M. V. Café Conilon: cultivares melhoradas sustentáveis. Incaper em Revista. Pesquisa agropecuária. Vitória, ES: Incaper. v. 4 e 5. 2014.

FERRÃO, R. G.; FONSECA, A. F. A. da; FERRÃO, M. A. G.; DE MUNER. L. H (Eds). Café conilon. 2. ed. atualizada e revisada. Vitória, ES: Incaper, 2017a. 784 p.

FERRÃO, R. G.; FERRÃO, M. A. G.; VOLPI, P. S.; FONSECA, A. F. A. da.; VERDIN FILHO, A. C; TÓFFANO, J. L.; TRAGINO, P. H.; COMÉRIO, M.; KAULZ, M. ‘Marilândia ES 8143’, cultivar clonal de café conilon tolerante a seca para o Espírito Santo. Vitória, ES: Incaper. 2017b (Incaper: Documento n. 249, Folder).

FRACASSO, A.; TRINDADE, L.; AMADUCCI, S. Drought tolerance strategies highlighted by two Sorghum bicolor races in a dry-down experiment. Journal of Plant Physiology, v.190, p.1-14, 2016.FRITSCHE-NETO, R.; BORÉM, A. Melhoramento de plantas para condições de estresses abióticos. Visconde do Rio Branco: Suprema, 2011, p. 29-38, 2011.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Grupo de coordenação de estatística agropecuária, GCEA/IBGE. Levantamento sistemático da produção agrícola – LSPA. Vitória, ES. Relatório de Pesquisa. 2014, 2016.

INCAPER. Meteorologia Incaper. Disponível em: htpp//www.meteorologia.incaper.es.gov.br. Acesso em: 05 out. 2017.

LAMBOT, C.; CROUZILLAT, D.; FONSECA, A. F. A. da.; LELOUP, V.; BROUNP, P.; PETIARD, V.; FERRÃO, M. A. G.; FERRÃO, R. G. Evaluation of conilons for genetic diversity, cup quality and biochemical composition. In: 22 INTERNATIONAL CONFERENC ON COFFEE SCIENC – ASIC, 2008. Proceding… Campinas, SP, 2008.

LEROY, T.; MONTAGNON, C., CILAS, C.; CHARRIER, A.; ESKES, A. B. Reciprocal recurrent selection applied to Coffea canephora Pierre. II. Estimation of genetic parameters. Euphytica, 71: 121-128, 1994.

MAPA. Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Registro Nacional de Cultivares – RNC. Cultivares de café conilon. Disponível em: http://agricultura. gov.br/vegetal/registros-autorizações/registro-nacional-cultivares. Acesso em: 10 jul. 2018.

OIC. Internacional Coffee Organization. Aspects botanicals. 2012. Disponível em: . Acesso em: 10 junh. 2018.

PEDEAG. Plano Estratégico de Desenvolvimento da Agricultura Capixaba: Novo Pedeag 2007 – 2025. Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento. Aquicultura e Pesca, Vitória, ES: SEAG. 2008.

PEDEAG. Plano Estratégico de Desenvolvimento da Agricultura Capixaba: Pedeag 2015 – 2030. Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento. Aquicultura e Pesca, Vitória, ES: SEAG. 2015.

RAMALHO, M.A.P.; SILVA, S.S.; DIAS, L.A.S. Genetic plant improvement and climate changes. Crop Breeding and Applied Biotechnology, v.9, n.2, p.189-195, 2009.

TAQUES, R.C.; DADALTO, G. G. Zoneamento agroclimático para a cultura do café conilon no Estado do Espírito Santo. In: FERRÃO, R. G et al., (Eds.). Café conilon. 2. ed. atualizada e revisada. Vitória, ES: Incaper, p. 69 – 79, 2017.

USDA – United States Department of Agriculture. Production arabica and robusta coffee. 2017. Disponível em: http://apps.fas.usada.gov/psdonline/psd.home.aspx. Acesso em: 10 jul. 2018.

VOLPI, P. S.; VERDIN FILHO, A. C.; FERRÃO, R. G.; FONSECA, A. F. A. da; FERRÃO, M. A. G.; COMÉRIO, M.; KAULZ, M.; ANDRADE JUNIOR, S. de.; TÓFFANO, J. L.; TRAGINO, P. H.; VIANA, A. Jardim clonal superadensado de café conilon: nova técnica para a multiplicação rápida de cultivares clonais melhoradas. Vitória, ES: Incaper. 2017 (Incaper: Documento n. 250).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Multi-Science Research

Journal Multi-Science Research (MSR). e-ISSN: 2595-6590

Rua José Alves, nº 135, Goiabeiras, Vitória, ES (Brasil). CEP: 29.075.080.