Estudo Epidemiológico Demonstra Casos Sugestivos de Rabdomiólise Desencadeada por Exercícios Físicos em Vitória, Espírito Santo, Brasil

Arthur Aguiar, Carneiro Leal Lopes, Bruna Alves Marques, Dayanne Leite Nolasco, Débora Barbosa Wagmacker, Júlia Vieira Barcelos, Frederico Jacob Eutrópio, Renata Viana Tiradente, Vinícius Santana Nunes

Resumo


Rabdomiólise é uma síndrome clínica aguda, a qual é caracterizada pela dissolução e desintegração do músculo estriado esquelético e inúmeras causas da doença têm sido descritas, sendo mais relacionada ao uso indevido de álcool, ao excesso de atividade física e, principalmente, ao uso indevido de drogas ilícitas. A destruição do músculo esquelético pode causar efeitos sistêmicos e, em casos raros, pode até causar a morte. Sobre essa patologia, embora informações sejam relevantes no que se refere à prescrição adequada de exercícios, as mesmas ainda se encontram fora do alcance da população. O objetivo do estudo foi obter os dados epidemiológicos acerca do conhecimento geral da população da Grande Vitória, ES, sobre a Rabdomiólise, mais especificamente a Rabdomiólise desencadeada pelo exercício físico excessivo, permitindo a difusão de informações sobre a doença e, também, permitindo que haja conscientização por parte da população e consequente diminuição dos casos de Rabdomiólise. O estudo descritivo de caráter epidemiológico teve como instrumento de coleta de dados a aplicação de questionário para 226 indivíduos praticantes de exercícios físicos na região de Vitória, Espírito Santo, o qual continha perguntas sobre dados clínicos e sobre o conhecimento do entrevistado sobre a Rabdomiólise. Como resultado, foi possível observar que seis casos se enquadram como sugestivos para Rabdomiólise. Destes, o sexo mais prevalente entre os entrevistados foi o sexo masculino e a faixa etária englobou, principalmente, jovens entre 18 e 25 anos. A raça branca também foi a etnia mais frequente e indivíduos com maior nível de escolarização. Além disso, os casos sugestivos de Rabdomiólise se manifestaram com maior frequência em indivíduos que realizam quatro ou mais sessões emanais de treinamento. Contudo, os dados mostram que, de forma geral, não há relação entre o tipo e finalidade do exercício físico com o desenvolvimento da Rabdomiólise e nem mesmo o acompanhamento profissional se mostrou um fator preventivo.

Palavras-chave: Rabdomiólise; Exercícios Físicos Intensos; Epidemiologia.


Texto completo:

PDF

Referências


AMINI, M.; SHARIFI, A.; NAJAFI, I.; EGHTESADI-ARAGHI, P.; RASOULI, M. R. Role of dipstick in detection of haeme pigment due to rhabdomyolysis in victims of Bam earthquake. East Medit. Health J., Tehron, v. 16, n. 9, p. 977-81, 2010

ANVERSA, A. L. B.; OLIVEIRA, A. A. B. Personal trainer: competências profissionais demandadas pelo mercado de trabalho. Revista Pensar a Prática, v. 14, n. 3, p. 1–17, set. /dez. 2011.

CERVELLIN, G.; COMELLI, I.; LIPPI, G. Rhabdomyolysis: historical background, clinical, diagnostic and therapeutic features. Clin. Chem. Lab. Med., Parma, v.48, n.6, p.749-56, 2010.

DESJARDINS, M.; STRANGE, B. Pre-hospital treatment of traumatic rhabdomyolysis. Emerg. Nurse., Leicester, v.21, n.8, p.33-28, 2013. doi: 10.7748/en2013.12.21.8.28.e1221.

DEUSTER, P. A.; O’CONNOR, F. G. Rabdomiólise. In: GOLDMAN, L.; AUSIELLO, D. Goldman Cecil Medicina. 23. ed, Rio de Janeiro, RJ: Elsevier, v. 1, cap. 114, p. 920-926. 2008.

GALVÃO, J.; GUSMÃO, L.; POSSANTE, M. Insuficiência renal e Rabdomiólise induzidas por exercício físico. Revista Portuguesa de Nefrologia e Hipertensão. p.189-197, 2003.

HORTA, L. Prevenção de lesões no desporto. 3. ed. Lisboa: Caminho: Coleções desporto e tempos livres 15. 1995.

HOSPITAL ISRAELITA ALBERT EINSTEIN (Brasil). Rabdomiólise. 2017. Disponível em: . Acesso em: 11 Set. 2017

LIMA, R. G. F. Rabdomiólise por esforço físico intenso: uma emergência a ser reconhecida pelos professores de educação física. 2017. 33 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Faculdade de Educação Física, Campus Universitário de Castanhal, Universidade Federal do Pará, Castanhal, 2017. Disponível em: . Acesso em: 25 nov. 2018.

MARTELLI et al. Aspectos clínicos e fisiopatológicos da Rabdomiólise após esforço físico Intenso. Perspectivas. v.4 , n. 13, p. 14, 2014.

MINISTÉRIO DA DEFESA - EXÉRCITO BRASILEIRO: Campanha de Prevenção à Rabdomiólise. Disponível em: http://www.eb.mil.br/campanha-de-prevencao-a-rabdomiolise1 Acesso em: 11 set. 2017

RIZZI, D.; BASILE, C.; DI MAGGIO, A.; SEBASTIO, A.; INTRONA, F. J. R.; RIZZI, R.; SCATIZZI, A. DE MARCO, S.; SMIALEK, J. E. Clinical spectrum of accidental hemlock poisoning: neurotoxic manifestations, rhabdomyolysis and acute tubular necrosis. Nephrol. Dial Transplant, Oxford, v. 6., n.12., p.939 - 43, 1991.

SU, B. H.; QIU, L.; FU, P.; LUO, Y.; TAO, Y.; PENG, Y. L. Ultrasonic appearance of rhabdomyolysis in patients with crush injury in the Wenchuan earthquake. Chin. Med. Journ. Sichuan, v. 122, n, 16, p. 1872-6. 2009.

THOMAS, J. R.; NELSON, J. K. Métodos de pesquisa em atividade física. 3.ed. Porto Alegre, Artmed Editora, 2002.

UCHOA, R. B.; FERNANDES, C. R.: Rabdomiólise induzida por exercício e risco de hipertermia maligna. relato de caso. Rev Bras Anestesiol. 53(1): 63-68, 2003.

VETRAROS, A. Superioridade da raça negra no atletismo. Disponível em: http://www.totalsport.com.br/colunas/adriano/ed1801.htm. Acesso em: 25 nov.2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Multi-Science Research (MSR)

Journal Multi-Science Research (MSR). e-ISSN: 2595-6590

Rua José Alves, nº 135, Goiabeiras, Vitória, ES (Brasil). CEP: 29.075.080.