A Influência das Competências Secretariais nas Ações do Secretário Executivo Empreendedor

Mônica Cristina Dias, Katia Denise Moreira, Cibele Barsalini Martins

Resumo


O Secretário Executivo, ao longo dos anos, vem evoluindo, principalmente, naquilo que se refere ao desenvolvimento de competências, as quais, inclusive, o permite prospectar outras possibilidades na carreira, entre elas a de empreender. Nesse sentido, este estudo tem como objetivo investigar como as competências secretariais influenciaram em um case de empreendedorismo. No que tange à metodologia empregada, a pesquisa caracteriza-se pelo uso da abordagem qualitativa, e quanto à estratégia, trata-se de um estudo de caso sobre uma Secretária Executiva que abriu o seu próprio negócio. Como técnicas de coleta de dados fez-se uso da bibliográfica, documental e de levantamento de campo, por meio de entrevista semiestruturada com a empresária, sujeito deste estudo. No que se refere aos resultados, conclui-se que as competências secretariais, nesse caso, influenciaram na implementação da empresa e, também, percebeu-se que a formação em Secretariado Executivo deu suporte para que a profissional conseguisse abrir e gerenciar o seu próprio negócio, tornando, assim, o empreendedorismo uma opção para sua carreira.

 

Palavras-chave: Secretariado Executivo; Competências; Empreendedorismo.


Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, W. G.; ROGEL, G. T. S.; SHIMOURA, A. S. Mudanças de paradigmas na gestão do profissional de secretariado. Revista de Gestão e Secretariado. v. 1, n. 1, p. 46-68: São Paulo. 2010. Disponível em: < https://www.revistagesec.org.br/secretariado/article/view/3/72> Acesso em: 20 jan. 2019

AIDAR, M. M. Empreendedorismo. São Paulo: Thomson. 2007.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70. 2011.

BOTERF, G. Avaliar a competência de um profissional: Três dimensões a explorar. Revista Reflexão RH. 2006. Disponível em: http://www.guyleboterf-conseil.com/Article%20evaluation%20version%20directe%20Pessoal.pdf Acesso em: 17 jan. 2019.

D`ELIA, M. E. S. Profissionalismo não dá para não ter. São Paulo: Gente. 2009.

DOLABELA, F. Oficina do empreendedor. São Paulo: Cultura Editores Associados. 1999.

DOLABELA, F. Empreendedorismo sem fronteiras. Rio de Janeiro: Alta Books. 2015.

DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo. Elsevier. Brasil. 2008.

DUARTE, R. M. T. Determinantes de empreendedorismo: O Papel dos BIC. (Dissertação de Mestrado). Faculdade de Engenharia Universidade do Porto, Porto, Portugal. 2008.

DUO Translations Ideias. Empresa. 2008. Disponível em: Acesso em: 10 jan. 2019.

DUTRA, J. S. Competências. São Paulo: Atlas. 2008.

DUTRA, J. S.; FLEURY, M. T. L.; RUAS, R. Competências: Conceitos, métodos e experiências. São Paulo: Atlas. 2010.

FIGUEIREDO, V. Secretariado: Dicas e dogmas. Thesaurus. 1987.

FLEURY, M. T. L.; FLEURY, A. Construindo o conceito de competência. Revista de administração contemporânea, v. 5, n. SPE, p. 183-196. 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S141565552001000500010&script=sci_arttext&tlng=t Acesso em: 10 jan. 2019

GLOBAL Entrepreneurship monitor. Empreendedorismo no Brasil - Relatório Executivo: IBQP. 2015.

GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS. 2009.

GIL, R. L. Tipos de pesquisa. 2009. Disponível em:

. Acesso em: 04 fev. 2019.

HISRICH, R. D.; PETERS, M. P.; SHEPHERD, D. A. Empreendedorismo. Porto Alegre: Bookman. 2009.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas. 2003.

LAPOLLI, E. M.; FRANZONI, A. M. B. Gestão de pessoas em organizações empreendedoras. Pandion. 2009.

LAPOLLI, E. M.; ROSA, S. B.; FRANZONI, A. M. B. Competência empreendedora. Florianópolis: Pandion. 2009.

LAPOLLI, J. Mapeamento de competências: uma ferramenta para a gestão de pessoas utilizando a abordagem da teoria geral de sistemas. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC: 2010.

LEI N. 7.377, de 30 de setembro de 1985. Dispõe sobre o exercício da profissão de Secretário e dá outras providências. 1985. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2019.

LIMA, T. F.; CANTAROTTI, A. A formação e a construção de competências para a atuação do profissional de Secretariado Executivo: um estudo de caso em uma Empresa Júnior. Revista de Gestão e Secretariado. v. 1, n. 2: São Paulo. 2010. Disponível em: https://www.revistagesec.org.br/secretariado/article/view/17/84 Acesso em: 04 fev. 2019.

LONGENECKER, J. G.; MOORE, C. W.; PETTY, J. W. Administração de pequenas empresas. São Paulo: Makron Books. 1997.

MCCLELLAND, D. C. A sociedade competitiva: realização e progresso social. Rio de Janeiro: Expressão e cultura. 1973.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Resolução nº 3, de 23 de junho de 2005. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Secretariado Executivo e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2019.

MOREIRA, K. D.; SANTOS, A. K.; MORETTO NETO, L. Profissional de Secretariado Empreendedor: Um Agente de Mudança. Revista de Gestão e Secretariado, v. 6, n. 1, p. 168. 2015. Disponível em: < https://www.revistagesec.org.br/secretariado/article/view/311/pdf_67> Acesso em: 04 fev. 2019.

NEIVA, E. G.; D´ELIA, M. E. S. As novas competências do profissional de secretariado. São Paulo: IOB. 2009.

OLIVEIRA, M. M. Como fazer pesquisa qualitativa. Petrópolis: Vozes. 2007.

PORTELA, K. C. A.; SCHUMACHER, A. J. Ferramentas do Secretário Executivo. Santa Cruz do Rio Pardo: Viena. 2006.

RESENDE, E. O livro das competências. Rio de Janeiro: Qualitymark. 2000.

SCHMITZ, A. L. F. Competências empreendedoras. Florianópolis: Pandion. 2012.

SCHUMPETER, J. A. Teoria do desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucros, capital, crédito, juro e o ciclo. São Paulo: Nova Cultural. 1964.

SCHWARTZMAN, S. Pesquisa acadêmica, pesquisa básica e pesquisa aplicada em duas comunidades cientificas.1979. Disponível em: . Acesso em: 3 fev. 2019.

SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Capacitar e desenvolver pessoas é um processo. 2016. Disponível em: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/capacitar-e-desenvolver-competencias-e-um-processo,cc55438af1c92410VgnVCM100000b272010aRCRD Acesso em: 20 jan. 2019.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas. 1987.

VAZ, C. F. M. Gestão contemporânea: as novas realidades e as competências do secretário executivo como agente de resultados. Secretariado em Revist@, v. 20. 2013. Disponível em: Recuperado em: http://seer.upf.br/index.php/ser/article/view/4031/2588 Acesso em: 11 fev. 2019.

VEIGA, D. R. Guia de secretariado: técnicas e comportamento. São Paulo: Érica. 2010.

WANDA, R. Manual do profissional de secretariado. Porto Alegre: 1999.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman. 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Multi-Science Research (MSR)

Journal Multi-Science Research (MSR). e-ISSN: 2595-6590

Rua José Alves, nº 135, Goiabeiras, Vitória, ES (Brasil). CEP: 29.075.080.